Empreendedorismo e arte temperados com Flor de Sal

Jorge Raiado, um historiador de arte, decidiu explorar as salinas artesanais da Reserva Natural do Sapal de Castro Marim que, a.J (antes de Jorge, estavam abandonadas. Ali, produz sal natural, um sal mais puro que é apanhado e não é tratado, conservando todos os minerais e destacando mais aromas, para combater o desprezo que existe em relação à atividade de exploração de sal. 
A Flor de Sal de Salmarim é criada por um processo irreplicável. São cristais delicados produzidos através de processos ancestrais cujo maior segredo é o tempo - o tempo de que depende o saber-fazer. 
Os cristais, depois de secados ao sol na salina e colhidos manualmente, são embalados de forma individual e vigorosa para que se conservem todas as características excepcionais. 
O sal salga, a Flor de Sal intensifica aromas e sabores. 
Jorge Raiado deixou a arte, mas a arte não deixou o Jorge.

Deixe um comentário

Tenha em atenção que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos